O advogado Cristiano Lisboa Martins, integrante do Departamento de Residenciais Geriátricos do Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre (SINDIHOSPA), participou do 2º Colégio Nacional de Presidentes das Comissões do Direito da Pessoa Idosa. Cristiano é presidente da Comissão Especial do Idoso da OAB-RS. O evento ocorreu no fim de março em Florianópolis, com representantes de 15 estados. Foram debatidos temas como a importância das comissões na OAB e os direitos dos idosos.

O encontro encerrou com a redação da Carta de Florianópolis. No texto, os presidentes apontaram como pontos principais a ampliação de políticas públicas voltadas aos idosos e à requisição de recursos no judiciário para a criação de varas especializadas.
De acordo com a presidente da Comissão do Direito da Pessoa Idosa da OAB-SC, Marilene de Campos, as discussões do Colégio Nacional de Presidentes têm a finalidade de promover mudanças que melhoram a vida das pessoas idosas.
“A carta sai daqui com inúmeras solicitações para todos os níveis de governo, pois é necessária a modificação urgente em algumas legislações e criação de outras, principalmente no que diz respeito às ILPIs (Instituições de Longa Permanência de Idosos)”, observou Marilene. Ela ainda destacou que essa integração da Ordem dos Advogados é o principal intuito das comissões.
Cristiano Lisboa Martins durante o 2º Colégio Nacional de Presidentes das Comissões do Direito da Pessoa Idosa
O Colégio
Percursora na iniciativa, com a formação do 1º Colégio de Presidentes da Comissão da Pessoa Idosa, a presidente da Comissão na OAB-PI, Jória Soares, disse estar surpresa com os resultados colhidos após o encontro em Teresina. “Naquela ocasião, montamos uma corrente em que mostramos que podíamos provocar a mudança. Os presidentes das Comissões das Seccionais ganharam força e, hoje, já colhemos os frutos com o trabalho desenvolvido e apresentado neste segundo encontro. É um esforço coletivo, que nos dá a certeza de que estamos indo pelo caminho certo” ressaltou.
A troca de experiências e narrativas de casos que estão dando certo também foi lembrada por Cristiano Lisboa Martins. “Foi uma oportunidade muito rica de discutirmos todas as atividades que as comissões estão realizando em cada estado. Trocamos experiências, identificamos problemas, mas principalmente delineamos propostas concretas de políticas públicas que vão beneficiar a pessoa idosa”, afirmou.
Presidentes dos colégios em foto de encerramento do evento
Com informações da OAB-SC e OAB-RS

Fechar Menu